65 dias. Dificuldades.

(e: de volta)

Tenho uns três posts no rascunho, o que ilustra bem que andei parada e afastada do trabalho por um tempo, pegando eventualmente mas sem ser de forma sistemática. Voltei à ativa de modo mais organizado nos últimos dias, depois de duas semanas bem distante por conta de alguns problemas de ordem pessoal que me tiraram de tempo.

Ok, agora ao que interessa: uma versão (provavelmente) final do anteprojeto pronta, volto-me para leituras (algo me diz que segui o caminho contrário, mas agora já foi e o tempo urge). E mais uma vez me defronto com o problema de conseguir saber o que ler, de conseguir me manter em uma única leitura, de não me desesperar com um bocado de buscas e caminhos e expressões que parecem úteis e importantes e de repente não sei definir o que de fato entra no escopo ou não, ou o caminho a seguir ou o primeiro passo a tomar.

E os dias vão passando.

Acho que vou tentar alguma meta simples, como ler x páginas por dia, fazendo anotações. Não dá pra ficar muito nisso porque tenho uma apresentação sábado e porque preciso começar a prototipar, pra poder começar a testar, porque daqui a pouco é novembro e o tempo acaba – entretanto, se não ler não consigo embasar o resto todo, então, vamos nessa.

Dois pontos de partida: o livro Search User Interfaces, do qual já falei aqui, e uma tese não publicada que propõe uma nova interface para sistemas de recuperação de informação em bibliotecas.

O livro já li um pouco. A tese comecei a ler um pouco hoje, e um conceito que é abordado é o de Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos (Functional Requirements for Bibliographic Records). Isso me fez me perguntar se não haveria algo como requisitos funcionais para interfaces de busca, ou interfaces de busca na web. Procurei, não achei muita coisa como uma definição formal disso, mas encontrei alguns materiais falando de busca exploratória (exploratory search – um tipo específico de busca quando o usuário não tem muito conhecimento sobre o que está buscando); um artigo de um trabalho para aumentar a credibilidade de resultados de busca (acho que acaba fugindo ao escopo porque segue a linha de mexer no ranking e tal, não apenas na interface).

Esses negócios me fizeram pensar se devia seguir essa linha e olhar por exemplo o material de busca exploratória – está aí minha dificuldade: parar de procurar coisas, de expandir a árvore sem explorar em profundidade algum nó. Então farei um esforço, deixarei apenas registrado aqui tais tópicos e voltarei ao livro e à tese.

E é isso.

Edit: outras duas coisas interessantes que achei hoje:

Um TCC, de 2010 – Principios do Design de Interfaces aplicados a Busca. Apesar de ter alguns trechos que parecem expandir um pouco mais do que o necessário pro contexto do trabalho, traz outras considerações que achei boas e úteis para contextualizar o que quero fazer.

Um livro, de 2011 – Search User Interface Design: Synthesis Lectures on Information Concepts, Retrieval, and Services. Pelo índice acho que pode ser um bom material,

Advertisements
Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: