Three, two, one. Let’s jam. Conclusão da primeira rodada de testes com usuários

Ok, considero a primeira rodada de testes de usuários concluída. Foram 6 pessoas entre os amigos da casa e mais 4 com amigos e colegas de trabalho. Seriam 5 lá, mas uma das pessoas não pôde ir hoje e eu realmente preciso ir concluindo tarefas, pois…

A data da banca está marcada. Tudo dando certo, e a UNEB funcionando durante a Copa, será dia 14/06, às 08:00.

Alguns dados sobre os testes realizados:

  • Em médida, as sessões duraram 19 minutos, contando tempos de aceitar o Termo de Consentimento, preencher o Questionário de Entrada, receber instruções, realizar teste e responder Questionário de encerramento.
  • Foram utilizadas as técnicas de observação e think aloud, para acompanhar como o usuário estava interagindo com o sistema. Busquei ser amigável, mas não fiz comentários ou dei explicações, exceto quando solicitada, ou no caso de o usuário estar preso porque o sistema estava em um erro e não oferecia qualquer feedback a respeito. Mas mesmo nesses casos, não o fiz antes de os usuários terem passado um certo tempo tentando lidar com a situação por eles mesmos;
  • Cada teste foi composto de 5 tarefas de busca e uma tarefa para mudança de endereço. Tentei fazer um formato que simulasse três cenários de busca:
    1. A pessoa sabe onde quer pedir (busca por estabelecimento – específico ou genérico);
    2. A pessoa sabe o quê quer pedir (busca por produto);
    3. A pessoa encontrou o sistema e está explorando (tarefa aberta).
  • Foram duas tarefas do tipo 1, duas do tipo 2 e uma do tipo três, esta última com ordem semi-aleatória (podia ser a 1ª, a 2ª ou a 3ª tarefa a ser realizada). Na maior parte dos casos, tarefas, endereço pré-definido e ordem da tarefa aberta foram sorteados pela pessoa, na hora do teste. Este sorteio sofreu interferências em algumas ocasiões para equilibrar a ocorrência das opções – não dei muitas, porque fiquei com medo de não saber analisar as combinações, depois, caso isso tivesse alguma implicação para os resultados.
  • As pessoas realizaram algumas tarefas com um endereço pré-definido, para garantir casos de sucesso de busca, e tiveram a liberdade de escolher tanto consulta a ser realizada quando endereço de entrega, para deixá-las mais livres, e oferecer mais espaço para experiência de frustração.
  • Havia dois critérios para conclusão de uma tarefa, considerados similares ao que ocorre em buscas reais:
    • encontrar um resultado satisfatório para a necessidade de busca existente;
    • atingir o limiar de frustração, para a dada busca, após tentar por um tempo sem sucesso.
  • As tarefas intencionalmente não induziram os usuários a interagir com filtros ou portfólio. Primeiro, porque o foco do projeto, como já comentei, será a página de listagem de resultados, então as outras telas, apesar de importantes, são mais complemento. Segundo, porque eu queria ver o quanto os elementos existentes ressaíam naturalmente, ao longo do processo, já que durante um caso de uso real isso seria o mais provável de acontecer. Por exemplo, quase ninguém comentou sobre as estrelas de avaliação e poucas pessoas navegaram espontaneamente pelas categorias, ainda que uma das tarefas tivesse um viés para este tipo de busca. E terceiro, talvez porque as Avaliações Heurísticas já haviam detectado uma série de problemas em vários elementos, que eu acabei não conseguindo corrigir antes dessa primeira etapa de testes de usuário, então eu preferi não levar os usuários a lidar com problemas já conhecidos, a menos que eles mesmos chegassem até eles.
  • Os testes não avaliaram o aspecto de facilidade de memorização. Entretanto, na segunda rodada de testes convidarei 5 pessoas desta primeira rodada, e espero que isso ajude nesse ponto. Talvez eu possa fazer alguma pergunta relacionada a isso no próximo questionário de entrada.

Sobre o papel de observadora: foi meio agoniante ver os problemas acontecendo e não poder ajudar as pessoas, mas eu precisava de tais situações para que os problemas do sistema de fato emergissem e os testes fossem mais parecidos com um uso real.

Bom, creio que seja isso. Agora preciso corrigir coisas e propôr soluções. E escrever um pouco na monografia em si! Espero que dê pra aproveitar bastante coisa daqui…

Advertisements
Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: