Corretor ortográfico pra LaTeX

Para não perder o costume: para evitar enviar a monografia com erros grotescos de ortografia, fui em busca de uma ferramenta que me permitisse revisar o arquivo em pdf. Acabei encontrando o Aspell, que faz a correção no arquivo .tex

Eu o instalei através do bom e velho apt-get e depois procurei um dicionário, para rodar a verificação para o português (o padrão é o inglês, então você precisa baixar dicionários específicos, se quiser corrigir outra língua). Para instalar o Aspell com o apt-get (não lembro se precisei adicionar algum repositório específico, malz):

sudo apt-get install aspell

Uma vez baixado e instalado o dicionário de português (que tem instruções bem tranquilas de seguir em seu readme), só precisei rodar no terminal:

aspell --lang=pt_BR --master=pt_BR --mode=tex -c Arquivo-pra-revisar.tex

Ah, acabo de ler  que dá pra instalar dicionários específicos também pelo apt-get. Fique a vontade pra tentar. o/

Ele vai mostrando cada palavra que não reconhece, e permitindo fazer uma verificação muito simpática, só usando o teclado, dá pra ignorar ou adicionar palavras, além de outras opções, simples e prático, tipo de coisa que gosto. Não testei, mas acredito que poderia ter informado mais de uma linguagem e checar logo inglês e português de uma vez só. Talvez haja ferramentas com GUI, ou haja como incorporar o Aspell direto no Kile, mas pra mim assim já tá ótimo. ^.^

Pra ser justa: achei sobre o Aspell nesse post: http://www.physics.usyd.edu.au/guides/spell-grammar-latex.html

Tirando Screenshots Mostrando o Cursor do Mouse

Nessa etapa de prototipação estou tirando um monte de screenshots. Eles servem tanto de registro de como é a interface atual do fazDelivery, para eu comparar depois, como de base para as mudanças que estou pensando – já que, como comentei, não estou refazendo as telas do sistema do zero.

No geral, uso o plugin do Awesome Screenshot no Chrome para screenshots de sites, mas o fato de não ter como capturar o cursor começou a atrapalhar, pois eu queria capturar alguns resultados de interação com o mouse…

Pesquisei um pouco e encontrei o Shutter. O programa tem configurações para mostrar o cursor do mouse, e também para definir o atraso entre pedir pra tirar o screenshot e de fato tirá-lo. Assim, depois que você escolhe qual janela a registrar, dá tempo de ir até ela e executar alguma ação, pra capturar o que aparece com a interação do mouse. Neat! Do that again!

[Prototipação] Etapa 1: executando soluções para as violações de heurísticas. Reflexões sobre processo de prototipação

/*

Primeiro, um comentário: muitas vezes me perco, no processo do TCC, porque, ao invés de ver os passos de uma determinada tarefa ou etapa e segui-los à risca, sem pensar muito, começo a inventar firulas, ou tergiversar, ou, ou… e de repente me perco, ou faço mais do que preciso e menos do que devia, ou gastei um tempo danado fazendo coisas complicadas, sem alcançar o objetivo simples. Tudo isso atrapalha um bocado, mas ainda tenho dificuldade de evitar. É um pouco como o processo de leitura, quando de repente se está procurando um monte de artigos que já não estão realmente ligados ao que devíamos fazer, porque vamos saltando daqui pra lá e depois acolá, e não nos damos conta de como estamos nos afastando do objetivo inicial…

*/

Para prototipar, estou usando:

  • experimentações no HTML e CSS da página, através da ferramenta para desenvolvedor do navegador (no Chrome, o atalho pra ela é F12);
  • retoques ou ajustes mais livres utilizando o GIMP, uma ferramenta para edição e manipulação de imagens, de código livre.

Essa abordagem é porque não quero redesenhar a interface do zero, mas sim corrigir ou melhorar aspectos específicos. Se fosse fazer do zero, poderia utilizar ferramentas para criar primeiro protótipos em wire-frame e ir evoluindo a partir daí. Uma limitação que tenho é que não sei trabalhar com front end, ou seja, não tenho domínio de HTML e CSS, de modo que não consigo simplesmente abrir o código-fonte ou algum framework e sair editando tudo daí.

O que estou observando que deveria ter feito diferente, para essa fase de correção e prototipação – o ideal, parece-me agora, é:

  • pensar no conceito que se quer seguir;
  • ter a visão geral do todo – o que é preciso corrigir e onde, todas as correções para cada tela;
  • observar elementos que se repetirão em diferentes telas;
  • utilizar uma ferramenta que permita reaproveitar elementos – com camadas e elementos agrupados, por exemplo -, acredito que não terei problemas com isso no GIMP;
  • corrigir e prototipar a partir das peças menores, componentes, que se repetem em variados pontos do sistema;
  • executar a correção completa dos erros, por telas;
  • e, assim, ir realizando um trabalho de composição.

No momento isso parece um processo mais seguro para evitar retrabalho – por exemplo, eu não segui esses passos, até aqui, e estou mexendo em telas que listam itens de produtos, mas ainda não mexi nos produtos. Se e quando vier a mexer neles, precisarei alterar as telas novamente… O mesmo vale para a barra de busca, que aparece em várias telas (espero que essa seja mais simples de encaixar)… Mais grave ainda do que isso é que executei as correções para as violações de heurísticas e depois terei de fazer mudanças para as correções de testes de usuários, passando por telas em que já trabalhei.

Ah, amanhoje é: pensar e executar soluções para os problemas levantados nos testes de usuários. Ver se consigo seguir as etapas que falei acima. Daí precisarei gerar versões finais, fechadas, de cada tela, que agreguem as soluções das avaliações heurísticas e dos testes… Sim, idealmente, tudo no domingo.

Estou com sono e não revisei esse post. Um dia o releio e descubro barbaridades de escrita. Falta menos de uma semana para entregar a versão completa da monografia para a banca. /suspiro Eu vou sobreviver…

E agora? – Próximos passos no caminho do tcc

  • Quinta (12/12/13) faço apresentação oral de tcc I, última entrega da disciplina;
  • Na sexta, dei entrada no pedido de prorrogação de prazo (pra terminar no semestre que vem);
  • Vou estruturar a parte prática do projeto neste fim de dezembro e uma ou duas semanas de janeiro, e de preferência começar os testes de usabilidade (dependerá de conseguir pessoas);
  • Na verdade, eu gostaria de primeiro fazer uma avaliação heurística, então vou procurar duas ou três pessoas que se disponham a avaliar a interface do fazDelivery e, depois de sua avaliação, buscar trabalhar em alguma melhoria, como Nielsen sugere, antes de realizar os testes de usabilidade.

Por falar em Nielsen, este artigo do Nielsen Norman Group parece bastante útil neste momento: How to Run a Usability Test with Users Who Are on Your Site Now

Para a prototipação que talvez precise fazer, sugeriram o Axure RP numa lista de profissionais de computação que eu acompanho. A ferramenta é para PC ou Mac, e é paga (mas tem trial), mas achei bacana que eles dizem que dão licença free para bons estudantes da área. Não me candidatei porque precisa ter boa nota no semestre anterior e, bem, isso, especificamente, eu sei que não tenho. =/

Em tempo: semana passada, pós entrega, descansei um pouquinho, estruturei a carta e documentos que seriam anexados ao processo, voltei à rotina de exercícios (como isso é bom e faz bem!). Sexta, como disse, entreguei. Sábado foi meu aniversário (yays para mim), e hoje estou retomando as atividades.

Gaaaaawwwwd! Enviei referencial teórico completo para orientadores

Ok, quero/ preciso mudar o título. Precisa sair a parte que fala em inovação e passar a falar mais da aplicação de diretrizes diretamente voltadas para interfaces de busca, com estudo de caso.

Mas foi. Agora, é pensar nos roteiros de teste, o que quero avaliar, perfis de usuários, configuração para os testes e coisas assim.

Duas coisas que ajudaram hoje, durante o processo de revisão:

Para buscar traduções comuns para palavras ou expressões, o Linguee é legal: http://www.linguee.com.br.

Quando precisei saber se eu queria escrever porquepor queporquê ou por quê, e seus porquês: http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/por-que-porque-por-que-ou-porque-o-uso-correto-segundo-a-gramatica.htm

Ferramentas úteis do dia – LaTeX, gerar diagramas etc

Não sabe qual o comando para inserir aquele símbolo no LaTeX? Não tem a mínima noção de como procurar? Quer que desenhe? Aí, não. – Quem desenha é você. Mas o Detexify vai te dar uma lista de opções, para escolher qual o símbolo que tá procurando, a partir de esboço que você fizer. Ele mostra símbolo, comando, ambiente, e pacote, se precisar. E é gratuito. Thumbs up for rock’n’roll. 

=> http://detexify.kirelabs.org/classify.html

———————————–

O LaTeX gera tabelas. Eu fiz uma hoje, 6×2:

Uma tabela simples gerada com LaTeX

Eis seu código:

\begin{table}[htb]
  \begin{center}
   \caption{Campos que caracterizam um produto cadastrado no fazDelivery}
   \label{tab:Prod1} 
   \begin{tabular}{l c} \hline
   \rowcolor{lightgray} 
   Campo & Valor \\ 
   \hline 
   Nome (título) & Portuguesa \\
   \hline
   Categoria & Pizza \\
   \hline
   Descrição & $\emptyset$ \\
   \hline
   Tags & $\emptyset$ \\ 
   \hline
   Nome do fornecedor & Maná Pizzas e Sobremesas \\
   \hline
   \end{tabular}
  \end{center}
\end{table}

Então, por alguma razão, as pessoas não gostam muito de trabalhar com essas tais tabelas no LaTeX. Especialmente as grandonas. Parecem bichos de muitas cabeças. Se você precisar, e quiser evitar ter de lidar com bichos estranhos in natura, o calc2latex é um macro pra OpenOffice que permite gerar tabelas pro LaTeX a partir de planilhas => http://calc2latex.sourceforge.net/ Vai lá. Bwahahahaha, hydras. u_u

(E se você precisar de um tutorial para saber como instalar o calc2latex, tem também. \o\ )

——————————–

Mas às vezes, o bicho de sete cabeças não é código. É o português, que pega. Conjugação, novo acordo ortográfico… Isso aperta a mente. Daí eu uso o Conjuga-me: http://www.conjuga-me.net/ E hoje também descobri o dicionário do Priberam , http://www.priberam.pt/dlpo/, indicado pelo Conjuga-me, e que até me deixou dizer se eu queria as informações com ou sem as regras do novo acordo: perfeitos para quem se importa com isso.

——————————–

Pois sim. Tudo isso aí de cima? Fichinha. Besteira. Tipo, para e faz. Ou olha no Google, e tá lá. O que bagunçou meu juízo foi precisar gerar Diagrama de Classes a partir de código-fonte PHP. Eu nunca trabalhei com essa linguagem. Vou dizer que não conheço o código em questão, mas isso na verdade é redundante. Então, linguagem nova, código novo, tudo novo. Mas ao menos a IDE podia ser conhecida, né? /o/

Aê… não!!! D:

Tá, tem. 50 €. Ou 30 €, sei lá. Se joga! Num quer? Vaza.

Mmmkay. Tenta o Pear, mais o pacote PHP_UML: http://pear.php.net/package/PHP_UML Você instala o php, se não tiver, depois talvez precise instalar o xsl do php. Daí o pear. E, então, o php_uml. Aí você só precisa ir na linha de comando, ou escrever um código rapidinho em php, e gerar arquivos .xmi, que você pode passar por outro programa, pra gerar a imagem, e…

Tá. Eu até tentei. Tenho o .xmi pra provar. Mas, quando estava procurando a tal ferramenta que finalmente geraria o UML do .xmi, alguém estava comentando na pergunta do StackExchange – Eu já falei pra você que dá pra resolver isso com o PhpStorm. E eu realmente já havia lido alguém dizendo isso em outra thread. Então, depois de tanta volta, a gente tenta, né, seu moço?

É paga! <O>

Mas tem versão de avaliação de 30 dias! =D

Corre pra instalar! \o/

IDE para PHP. Gera diagramas de classes

S2

Amor.

Muito amor.

Eu quis beijar o PhpStorm. Na boca. Com vontade. => http://www.jetbrains.com/phpstorm/

Eram umas duas da manhã. Precisarei revisar e reorganizar quando acordar. Mas tenho meus DCs.

——————————–

É muita ferramenta boa nesse mundo, minha gente. Spread the love.