[LaTeX] Inserir nota de rodapé em legenda de figuras

O título mais apropriado para essa postagem seria – Inserindo notas de rodapé em ambientes float. Mas creio que esse que coloquei é mais legível e também funciona, já que no meu caso eu precisei para o ambiente de figura, mesmo.

O problema aqui é: o ambiente como \begin{figure} (por exemplo) é flutuante (float), não tem posicionamento fixo no LaTeX. Isso significa que… where you type is not necessarily where you get. Então uma figura pode ir parar em outra página, por exemplo, por falta de espaço. Mas se ela tem um rodapé, como o espaço para rodapé é outro, o rodapé às vezes acaba ficando na página anterior à figura, se houver espaço na página. Ou, como estava acontecendo comigo quando eu comecei a tentar resolver o problema, sequer aparece, pra começo de conversa.

Fazer o quê, em um caso desses? No TexExchange há várias respostas, especialmente nesse post. Mas nenhuma resolvia bem meu problema. Hora a figura toda ia parar fora de lugar (caso do uso do comando \afterpage, coincidentemente citado lá pelo Bruno); ou a nota ficava na página anterior (como comentei); ou nota e figura ficavam no lugar certo, mas a numeração da nota de rodapé ficava errada. Juntando uma das soluções que aparecem no no post que citei ali em cima, com a de outro post, cheguei à seguinte solução:

\renewcommand\thempfootnote{\arabic{mpfootnote}} % use números arábicos

\begin{figure}
  \begin{minipage}{\textwidth}
   \setcounter{mpfootnote}{1} % mostre números a partir de 1, não 0
    ...
   \caption{Caption\footnotemark.}
   \footnotetext{Foot notes}
 \end{minipage}
\end{figure}

Desse modo, consegui figura e nota de rodapé na mesma página, no lugar desejado, com a numeração coerente com o resto da monografia. Yays! Também postei essa resposta no TexExchange.

Cronograma, Tarefas detalhadas e Reflexões sobre Metodologia (na prática e para a escrita)

Hoje coloquei no Trello as atividades que creio que faltam para concluir o TCC. Comecei colocando as atividades mais cruciais, do core, mas agora terminei por acrescentar algumas que são mais “burocráticas”. Quer dizer, que precisarão ser feitas, mas têm mais a ver com logística do que com conteúdo – como imprimir e entregar versões pra banca, entregar versão final em DVD, coisas assim.

Foi uma atividade interessante porque, por um lado, me deu a sensação de que de fato, hoje, já tenho uma percepção mais clara de quais os passos práticos para concluir o projeto e, por outro, porque me ajudou a lembrar ou levantar alguns detalhes, pensar subtarefas, coisas assim. Agora preciso encaixar essas atividades no cronograma da disciplina, que quero encurtar, pra evitar ter de trabalhar no TCC em junho (copa + fim de contrato de estágio) e para ter uma margem de manobra, caso ocorra algo que me impeça de apresentar no início de junho.

Uma das coisas que percebi quebrando as atividades foi que não sei se o modo como estruturei os capítulos finais da monografia (a parte de projeto e resultados) não ficarão muito quebrados ou misturados, com a metodologia que defini (vide a figura abaixo), porque não existe uma etapa “única” de construção da nova interface do fazDelivery, nem um único momento de testes.

Metodologia - prática

Metodologia para avaliação e melhoria do fazDelivery. Fonte: Reichow J., 2013.

Essa metodologia, desse modo como foi pensada, não permite fazer uma avaliação anterior da interface do fazDelivery (para fins de comparação), porque não “expõe” os usuários à interface original em momento algum… Preciso perguntar para os orientadores se isso é grave. Por um lado entendo que fica meio incompleta a comparação, mas, por outro, como Hearsti (ou Nielsen?) indicam, o melhor é fazer um processo de melhoria híbrido, e como não é simples conseguir usuários para realizar os testes, primeiro se deve realmente fazer uma avaliação heurística e primeira etapa de correções, antes de fazer testes de usabilidade (o que inviabiliza a comparação dos usuários com a interface original)…

Bom, por hoje é isso. Amanhã sem falta preciso casar tarefas e cronograma mais geral e ver quão grave é a situação temporal…

EDIT: estava pensando. Talvez uma forma mínima de realizar um comparativo seja pedir para pelo menos uma pessoa utilizar as quatro interfaces do fazDelivery e comparar seus resultados, mais para efeito ilustrativo, mesmo…